Jazz segundo Woody Allen

Music-Jazz-Woody-Allen-BZ1D7646-20080722Que Woody Allen é um apaixonado pela música popular norte-americana, isso não é nenhuma novidade. Em sua adolescência, aos 14 anos, o cineasta encantou-se definitivamente com o jazz. Um depois começou a tocar clarineta e estudou de cara com Gene Sedric, que tocara com Fats Waller. Na década de 70 formou seu próprio grupo, a New Orleans Funeral and Ragtime Orchestra. E, toda essa sensibilidade do astro está contida em The Woody Allen Experience (Music Brokers), um álbum duplo com faixas selecionadas a dedo pelo próprio Woody. As informações são do jornal O Estado de S.Paulo.

O material composto por 28 canções traz performances originais de nomes como Ella Fitzgerald, Benny Goodman, Nat King Cole, entre outros. Na tracklist destaque para Frank Sinatra ainda garotinho arrasando em Begin the Begin com a big band de Tommy Dorsey, Sarah Vaughan na flor da idade, sensacional em But Not for Me e Dinah Washington sensualíssima em Love Is here to Stay.

The Woody Allen Experience evidencia também Nina Simone, Lena Horne e Bing Crosby arrebentando em Sweet Georgia Brown. E duas pérolas absolutas: Ella e Louis Armstrong (Satchmo) em dose dupla (Mack the Knife e Cheek to Cheek), a lendária Ivie Anderson cantando com a big band de Duke Ellington, It don’t Mean a Thing.

Anúncios

3 Respostas para “Jazz segundo Woody Allen

  1. Pingback: Fabrício Peçanha lança EP | Zine Musical·

  2. Pingback: Gangsta, o novo EP de Fabrício Peçanha | Zine Musical·

Comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s